Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A nómada gulosa

Um blog de crónicas viajeiras e com tendências epicuristas

A nómada gulosa

Um blog de crónicas viajeiras e com tendências epicuristas

Cogumelos: do campo até à mesa

Capa livro.png

 

Ela dispensa apresentações. Ele é licenciado em biologia pela Universidade de Lisboa, fez o doutoramento na Universidade de Londres com uma tese na área da genética dos fungos e é desde meados dos anos 70 investigador do Centro de Micologia da Universidade de Lisboa.

 

E eu sou alguém que gosta de cogumelos (uma micófaga portanto) e que ocasionalmente acompanho a minha mãe na sua apanha (uma micófaga com alguma coisa de micóloga).

 

 

 

C.jpgA.jpgO livro foi editado em 2010, mas só agora tive oportunidade de o ler.

 

Numa linguagem acessível, e com belíssimas fotografias, este livro disponibiliza informação geral sobre cogumelos: o que são, o seu papel na história da alimentação, nomenclatura, identificação de espécies comestíveis, como evitar os cogumelos tóxicos, o valor nutritivo enquanto alimento, preparação e conservação.

 

 

E.jpg

D.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos capítulos é dedicado aos cogumelos de cultura, bem como as espécies silvestres comestíveis mais vulgares em Portugal e respectivas características a reconhecer no terreno, assim como os nomes vulgares/populares das espécies mais comuns no nosso território.

E, aquele que será o capítulo mais saboroso, contém várias receitas para a confecção destes fungos.

H.jpgG.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao que parece na Europa o seu consumo foi incrementado graças às leis sumptuárias (Sumptuaria leges) datadas da segunda metade do século II a.C. destinadas a reduzir os gastos excessivos (sumptus) com carne e peixe nos banquetes, bem como em vestuário.

 

Maria de Lourdes Modesto
J. L. Baptista-Ferreira

Editora Verbo