Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A nómada gulosa

Um blog de crónicas viajeiras e com tendências epicuristas

A nómada gulosa

Um blog de crónicas viajeiras e com tendências epicuristas

Quem se lixa é o mexilhão

2.jpg

Quer no Moules & Co, quer no Oui – Moules & Huîtres, o mexilhão é o rei.

Este molusco bivalve é servido de forma simples e informal em ambos os espaços, sendo as várias opções de confecção do dito acompanhadas com as incontornáveis batatas fritas.

A particularidade do Moules & Co é que na loja de Campo de Ourique temos a possibilidade de «casar» os mexilhões com cerveja, sendo para o efeito disponibilizada uma carta de cervejas apreciável, desde as portuguesas, às belgas ou holandesas, enquanto em Cascais o forte são os gins, também em número considerável.

Já o Oui – Moules & Huîtres é mais eclético em termos de bebidas, mas também por isso, incaracterístico. 

3A.jpg

1A.jpg

4A.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

5A.jpg

 

Quer num, quer noutro, a opção escolhida foi au meunière, e os resultados foram diferentes. No Oui – Moules & Huîtres há uma maior proximidade com a clássica receita belga, uma vez que é utlizado aipo, essa planta, atrevo-me a dizer, desconhecida e mal-amada da maioria dos lisboetas. Já no Moules & Co, o alho-francês é o protagonista aromático. Ambos os restaurantes, porém, não se distinguem pelas incontornáveis batatas fritas que acompanham este prato, que se apresentaram moles e oleosas, o que é imperdoável.

Dito isto, quem não tem cão, caça com gato e não havendo a possibilidade de uma deslocação a Bruxelas é bom ter opções na capital para provar este petisco.

 

http://www.moules.pt/

https://pt-pt.facebook.com/restauranteouilisboa